11/12/2017   -   Fonte: Globo Rural

Produção global de grãos deve ser próxima de 2,1 bi de toneladas

O Conselho Internacional de Grãos (IGC, na sigla em inglês) elevou nesta quinta-feira, 23, sua estimativa para a produção global de grãos na safra 2017/2018, para 2,079 bilhões de toneladas. A volume é 0,19% superior à previsão de 2,075 bilhões divulgada no último relatório, de outubro, e deve-se ao aumento na projeção para a colheita de milho dos Estados Unidos.

Ainda assim, o volume revisado significa queda de 55 milhões de toneladas, ou 2,58%, em relação à temporada de 2016/2017 (2,134 bilhões de t). A maior parte deste declínio se deve à redução na produção de milho, que caiu em torno de 39 milhões de toneladas, seguida por baixas menos significativas no trigo, cevada e sorgo.

 

A previsão para a soja se manteve em 348 milhões de toneladas, ante a estimativa mais recente da entidade. Para o trigo, a perspectiva saiu de 748 milhões para 749 milhões de toneladas. Já o milho passou de 1,034 bilhão para 1,040 bilhão de toneladas na avaliação atual. Ainda de acordo com o IGC, o volume de estoques de passagem avançou em 3 milhões de toneladas no relatório atual, para 496 milhões.

"Embora esta seja a primeira contração em cinco anos, com a queda de 28 milhões de toneladas no comparativo anual, estima-se que os estoques atinjam o segundo maior recorde", diz o documento. Em contrapartida, com novos picos de demanda para alimentação, rações e usos industriais, o consumo está projetado para superar 2,1 bilhões de toneladas pela primeira vez.